Entrevistas

Analisar e antecipar tendências? O Hélio diz que faz parte do ADN da UPPartner

Passaram 33 anos desde que a UPPartner iniciou a sua atividade. O que falta realizar na agência? Certamente muitas coisas, mas o CEO destaca o que tem sido feito, como o lançamento recente de uma nova área de negócio, a B2T (Business Team's Tourism), que surgiu da preocupação de analisar e antecipar tendências. É sobre ela e sobre o futuro que Hélio Soares fala nesta entrevista.  

quarta-feira, 26 outubro 2022 11:57
Analisar e antecipar tendências? O Hélio diz que faz parte do ADN da UPPartner

Briefing I Como descreve estes 33 anos da UPPartner?

Hélio Soares I A UPPartner iniciou a sua atividade com uma ligação muito forte ao ponto de venda, trabalhando todas as áreas relacionadas com o below the line. Ao longo destes 33 anos, apostámos num investimento contínuo em conhecimento, o que nos permitiu ser a empresa empreendedora que somos hoje.

Atualmente contamos já com oito áreas que se complementam: Events – Customer Experience – Healthcare – Animal Healthcare – PR & Influencer Marketing – Digital – Design Communication – B2T.

Mas, tal como há 33 anos, continuamos atentos às necessidades das marcas que trabalham connosco e ao que o mercado irá exigir delas, para que, desta forma, enquanto business partners que somos, possamos antever tendências e contribuir para a sua performance.

Temos o know-how e os especialistas necessários para dar sempre uma resposta assertiva e eficaz, queremos continuar a fazer acontecer. Fazer 33 anos é uma vitória, mas o nosso foco já está nos 34, 35 e por aí adiante.

Qual tem sido a estratégia da agência? 

Somos uma empresa orgulhosamente portuguesa com os olhos em Portugal e no mundo. Temos um grande foco na inovação e, como tal, procuramos estar a par das principais tendências de mercado para apresentar aos nossos clientes soluções transformadoras, que os façam estar sempre um passo à frente.

Com a existência de todas as áreas que dispomos, garantimos qualidade e entrega de um serviço completo, tornando-se mandatório sermos verdadeiros especialistas de comunicação. Para isso, contamos com profissionais especializados em cada uma das áreas da agência, de forma a apresentarmos soluções 360º, ajustadas a diferentes indústrias e mercados.

A nossa estratégia é clara, contribuir para a boa performance dos nossos clientes, mas aprendendo diariamente com eles, para que em conjunto possamos crescer e conseguir fazer sempre mais e melhor.

Em que consiste a área de negócio que agora apresentam e qual o seu principal objetivo?

Esta nova área de negócio, a B2T está direcionada para o target de M&I (Meetings & Incentives) ou MICE (Meetings, Incentives, Congresses, Expositions) onde iremos apostar especialmente no Turismo Motivacional (nos Incentivos – B2T). Estamos, como em todas as nossas outras áreas, focados na relação das pessoas e nas empresas que representam. Na sua relação, ligação e motivação com as marcas. Despertar criatividade, aliciando as empresas a proporcionar aos seus colaboradores novas experiências emocionais, a fortalecer relações.  São as pessoas que transformam as empresas e as organizações, e numa época com imensa instabilidade são as empresas que devem cuidar dos seus colaboradores. Falamos muito de salários emocionais, onde cada vez mais as pessoas para além de terem um bom salário, devem ter uma “atenção” especial por parte do seu empregador. Queremos proporcionar a mudança e aprendizagem de novos comportamentos e desafiar os leaders de equipas. É isto que pretendemos com este desafio que estamos agora a lançar ao mercado.

De onde surgiu a necessidade de a desenvolver?

A UPPartner, nas suas diversas áreas de negócio, trabalha com inúmeras empresas e organizações há mais de três décadas. Tem no seu ADN a preocupação de analisar e antecipar tendências e estar sempre um passo à frente no que diz respeito às necessidades tanto das marcas com as quais trabalha, mas principalmente das pessoas que delas fazem parte. Há vários anos criou uma área de eventos, que agora tem como aliada esta nova aposta, pois ambas têm muito em comum, acabando por se complementar.

Que metas esperam alcançar até ao final de 2022 através desta nova área de negócio?

Pretendemos ser uma referência nesta área para acrescentar valor nas pessoas e nas empresas e organizações às quais pertencem. Queremos ser globais e estar presentes em outras geografias e em diversos setores.

À semelhança do que fazemos para as marcas que lançamos, estamos agora a trabalhar na divulgação desta nova área. Neste momento, o importante é dar a conhecer a nossa oferta, mostrar que estamos aptos a trabalhar na área de incentivos onde adicionámos também a oferta de aviação (essencial para o sucesso da marca), entre outros serviços ligados à área que não dispúnhamos. Estamos em contacto com as empresas, na divulgação da marca B2T e em breve haverá programação disponível que nos posicionará onde pretendemos, com maior celeridade. Estamos também a trabalhar em diferentes parcerias, como por exemplo: medicinas alternativas, parceiros de coaching e formação comportamental, entre outras, que nos vão dar apoio e, em conjunto, construir e tornar ainda mais atrativa esta nossa aérea.

Que novidades estão previstas? 

Além desta nova área e dos produtos que estamos a criar e que iremos apresentar em breve, estamos expectantes em relação a 2023. Geralmente é nas crises que se criam as maiores oportunidades e onde a criatividade se torna rainha, por isso, acredito que iremos, conseguir fazer a diferença na vida das empresas, das marcas e principalmente das pessoas. A captação e retenção de talento vai ser “o” grande desafio a curto prazo em Portugal e esta nova área de negócio já foi pensada em torno desta problemática. Mais uma vez, queremos estar na dianteira, ser a solução que o nosso cliente precisa em alturas cruciais como as que iremos viver.

Existem, no entanto, outras áreas para as quais queremos dar o nosso contributo seja através de serviços, da criação de projetos ou até mesmo de parcerias. Já não é novidade que temos tido uma preocupação séria e proativa com a saúde mental, assumindo o compromisso de contribuir para a sua prevenção e promoção, tanto junto dos nossos colaboradores como dos nossos clientes. Os tempos conturbados que temos vivido nos últimos anos levaram-nos também a analisar, com a devida atenção, o conceito 'One Health' e a definir de que forma este pode ser incorporado no nosso posicionamento. Estes são apenas dois exemplos, mas temos outras novidades nas quais estamos a trabalhar, mas que ainda não podemos divulgar.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing